terça-feira, 21 de maio de 2013

Releituras de Chapeuzinho Vermelho

Apresentamos dois textos elaborados a partir da História da Chapeuzinho Vermelho e algumas releituras. Os textos são de autoria de alunos e foram reescritos em sala com discussões em torno da ortografia, pontuação, coerência e coesão.

Texto 1
Chapeuzinho Vermelho


         Era uma vez, uma menina chamada Chapeuzinho Vermelho.

         A mãe de Chapeuzinho Vermelho chamou-a e disse:

         - Chapeuzinho, Chapeuzinho!

         - Que, mamãe?

         - Leve essa cesta cheia de morangos frescos para a sua vó!

         - Tá bem, mamãe.

         Chapeuzinho pegou a cesta e partiu. Cantava assim:

         - Pela estrada a fora, eu vou bem contente, levar os morangos para a vovozinha.

         Então, o lobo saiu detrás de uma moita e disse:

         - O que tem dentro dessa cesta?

         - Morangos frescos. -Disse a Chapeuzinho Vermelho.

         E o lobo diz:

         - Para mim!?

         - Não! É para minha vó que mora lá no meio da floresta.

         - Está vendo aquela trilha ali!? Também dá na casa de sua vó. Ela é um pouco  mais longa, mas está cheia de sementes de morango. Você pode pegar algumas sementes para sua vó.

         - Está bem! Muito obrigada! Xau.

         Chapeuzinho cantava:

         - Pela estrada fora, eu vou bem contente, levar esses morangos para vovozinha.

         O lobo chegou na casa da vovó.

         - Toc, toc, toc.

         - Quem é?

         - Sou sua netinha. - Falou o lobo, disfarçando a voz.

         - Entre!

         Quando a vovó disse “entre!”, o lobo rapidamente pulou na cama da vovó. Só que ela rolou e caiu no chão. Debaixo da cama dela tinha uma espingarda. Já estava carregada.

         Então, a vovó apontou para o lobo e disse:

         - Mãos para o alto.

         O lobo levantou as mãos, a vovó amarrou as mãos do lobo e esperou a Chapeuzinho Vermelho.

         - Toc, toc, toc.

         - Quem é?

         - Sou eu, sua netinha!

         - Entre!

         - O que é isso, vovó?!

         - Olhe o que eu peguei; o danado do lobo que vive me perturbando de noite.

         - Vó, meus parabéns! Então, vamos comemorar com morangos fresquinhos.

         - Sim.

         Elas ficaram muito felizes.

         O lobo ficou assistindo as duas comemorando.

         A vovó fez um acordo com ele:

         - Nunca mais me perturbe!

         O lobo concordou e a vovó soltou o danado do lobo.

          Autor: Kauan Ferreira da Silva



Texto 2
 Chapeuzinho Rosa

 Cindy Partala

 
         Era uma tarde bem linda. Uma menina bem carinhosa estava brincando  no jardim de sua casa. De repente, sua mãe chama:

         - Chapeuzinho Rosa, vem aqui, por favor.

         E ela foi.

         - Leve esta torta de morangos.

         E ela respondeu:

         - Sim, mãe! Pode deixar que eu levo, com todo prazer.

         E assim Chapeuzinho Rosa foi pegar uma cesta para levar a torta de morangos para a sua vó.

         Para ir na casa de sua vó, ela tinha que passar por uma floresta muito perigosa.

         Antes de partir, a mãe dela falou:

         - Vá direto para a casa da sua vó. Não pare no caminho e não fale com estranhos.

         Assim a chapeuzinho Rosa prosseguiu.

         No meio do caminho, ela parou para ajudar uma veadinha que estava chorando.

         Ela perguntou à veadinha:

         - Por que está chorando?

         - É que a minha mãe vai fazer aniversário. Eu não tenho nada para dar para ela.

         - Nem um presente?!... Tenho uma ideia! -Disse Chapeuzinho Rosa. -Pegue um pouco de rosas, ela vai gostar.

         E depois, a Chapeuzinho Rosa pegou umas flores para sua vó.

         Assim, ela prosseguiu e chegou na casa da sua vó. Comeram a torta, juntas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário