quarta-feira, 30 de abril de 2014

Releituras de poema


Os alunos fizeram reeleituras do poema "Duas dúzias de coisinhas à-toa que deixam a gente feliz" de Otávio Roth, ambientado-as no universo escolar.
Aqui estão os poemas do 5º 01, que foram digitados no Ambiente de tecnologia.












sexta-feira, 25 de abril de 2014

Visita ao bairro Nereu Ramos

Os alunos do 5º ano da EMEF Ribeirão Cavalo visitaram o bairro vizinho, Nereu Ramos.




1. Exposição Fotográfica Pe. Aloísio Boeing, personagem histórico local (as ações das pessoas como agentes de transformação do local onde vivem):


2. Rio Itapocu ( Caminho do Peabiru, captação de água para Jaraguá do Sul, enchentes, turismo):
 



3.Desenvolvimento:

Prédio da antiga Cerealista Zanghelini

Hoje, associada à Lunelli

4.História:

Estrada de Ferro São Francisco - Mafra

Antiga Estação Ferroviária de Retorcida (hoje, Nereu Ramos)

Púlpito da Igreja Nossa Senhora do Rosário

5.Arquitetura:



Igreja Nossa Senhora do Rosário
Interior da Igreja

Imigração italiana.

Mapa da sala

Envolvendo as disciplinas de Matemática, Geografia e Artes, os alunos desenvolveram várias atividades que culminaram com a confecção do mapa da sala (Medidas de extensão, escala, localização e orientação, cartografia).









Os cachorros


Os Cachorros
( Emily Cristina do Nascimento)

Numa aldeia, existiam dois cachorros. Um era muito magro, porém muito humilde. Já o outro, gordo, muito gordo e rabugento.
O cachorro magro, para não morrer de fome, furtava casas a procura de comida. O seu dono havia perdido o emprego e não sobrava nem restos.
O cachorro gordo, enfartado de tanta comida, tinha as melhores roupas daquele lugar; feitas de fio de ouro. Tomava banho de banheira. E um quarto só para ele.
Num belo dia, os dois cachorros se encontraram! E assim, o cachorro magro perguntou ao gordo:
– Como anda, compadre?
O cachorro gordo disse:
– Bem, muito bem! Tenho de tudo! Já você, pelo jeito, não muito bem, não é!?
– Sim! Não, mesmo! Para sobreviver, tenho que furtar casas. Quando passo na rua, as pessoas jogam pedras em mim, compadre.
– Há, há, há! Estava certo, mesmo.
- Oh! Sim, compadre.
De repente, passou uma carroça, derrubando um pão.
Quando viram, correram em direção do pão. Infelizmente, o cachorro gordo ficou com o pão. O cachorro magro disse:
– Por que, por que, compadre?!
O cachorro gordo disse:
– Ha, pelas circunstâncias.

Texto reescrito, em sala,com participação da turma. Escolhido por votação.

A formiga e a cigarra


A cigarra e a formiga. O reencontro.
(Diogo Carvalho)

Num dia chuvoso,no Japão, a cigarra espiã estava numa missão para matar a formiga que chamara a cigarra de vagabunda pelas costas.
A cigarra, com raiva da formiga, parou na Floresta dos Mortos. Pessoas disseram ter visto a formiga passando por ali.
-Eu sinto cheiro dela aqui! Exclamou a cigarra.
Bem na frente, a formiga passava indo em direção a Tóquio. Ao chegar lá, foi até uma escola de kung fu preparar-se para lutar contra a cigarra, sua grande inimiga.
Enquanto a formiga se preparava, a cigarra também se preparava para ir até Tóquio.
A cigarra olhou para cima e gritou:
-Aqui embaixo!!
O helicóptero passou perto dela. O comandante macaco disse:
-Suba, eu sei onde ela está!
A cigarra respondeu:
-Estou indo.
Eles pousaram perto da formiga que tentou correr, mas a pegaram e colocaram um capuz preto nela.
Chegaram nos Estados Unidos de helicóptero, foram até na a Área 51 e tiraram o capuz da formiga.
A Cigarra disse:
-Ora, ora, velha amiga, quanto tempo...
A formiga disse, se contorcendo:
-Me solta!
A cigarra sacou uma arma e disse:
-Tchauzinho!
Ela engatilhou a AK 47 e deu um tiro na formiga.
Do lado de fora da Área 51, o Comandante Macaco explodiu uma bomba nuclear e todo mundo morreu.

Texto de aluno reescrito, em sala, coletivamente. Escolhido por votação.

2014!!!

Olá!

Ano 2014!!

Estamos de volta com novas publicações.

Neste ano, os trabalhos do 5º ano da EMEF Ribeirão Cavalo serão desenvolvidos a partir do tema "O lugar onde vivo". A família, a escola, a sala, a comunidade são locais de vivência. No entanto, esperamos abordar universos maiores ( estado, país e mundo).

As abordagens serão diversas com o objetivo de  identificar diferentes formas de leitura, interpretação, ação e intervenção nestes mundos.

Para auxiliar na formação de uma identidade e estabelecer uma relação de pertinência cada turma escolheu princípios norteadores, símbolos e um desenho representativo.

5º ano 01:

Princípios: atenção, respeito, colaboração, dedicação, pertinência, conhecimento, pontualidade, confiança, higiene e igualdade.

Símbolos: livro (conhecimento), lápis (trabalho) e coroa (prêmio da sabedoria ).

Desenho : de autoria de Kailany Luiza Campigotto


5º 02

Princípios: companheirismo, educação, sinceridade, pontualidade, organização, atenção, respeito, ajuda, pertinência, cumprimento das tarefas.

Símbolos: caderno ( trabalho), lápis (esforço) e bola ( atividade para que o corpo esteja bem).

Desenho: de autoria de Roniel Luiz Torres Castão.