terça-feira, 25 de junho de 2013

Textos - área urbana x área rural

Textos produzidos pelos alunos, discutidos e reestruturados em sala:

Texto 1:


Mundos diferentes

Evelly Carvalho

          Era uma vez, Amarelinho, um pássaro que gostava de aventura no campo.
         Numa manhã de primavera, tocou seu passarofone. Era Piu-Piu, seu amigo da cidade:
         -Oi! Tudo bem, Amarelinho?
         -Estou ótimo!
         -Amigo, vem aqui conhecer a cidade...
         -Não posso! Tenho que arrumar minha árvore e pode ser que demore...
         -Vou aí, então. Vou ajudá-lo.
          Quando chegou, estava faminto e os dois foram  procurar comida.
         Demoram muito   para encontrar algo: uma lagarta. Tiveram que repartir e ainda tinham fome...
          Foram dormir cansados de tanto procurar. A árvore ainda estava bagunçada. Tiveram que deitar-se na folha de bananeira.
         Quando o sol surgiu, eles começaram a conversar:
         -Né, amigo... Ontem foi difícil encontrar comida! -Falou Amarelinho.
         -Você tem razão, lá na cidade é diferente. Tudo é mais fácil!-Afirmou Piu-Piu.
         Amarelinho foi procurar seu “café”.
         O Piu-Piu pensou:
         -Nossa! A cidade é bem diferente do que aqui no campo. Não vou ficar aqui passando fome. Vou para meu ninho.
         Deixou uma mensagem:

         Querido amigo,

         Espero que não fique magoado de eu partir. Estou com saudades da cidade.    Tchau!

         ASS.:Piu-Piu

          Foi embora. Piu-Piu percebeu que a melhor casa é a nossa.
         Amarelinho leu a mensagem.  E pensou:
           - É mesmo! A melhor casa é a nossa!


Texto 2:


O Gato do campo e o Gato da cidade


         Era um dia de sol. O gato do campo, deitado na grama verde e macia, cochilava tranquilamente . Um aviãozinho de papel pousou na sua cabeça.
         O gato olhou, examinou e abriu o aviãozinho.
         Era uma carta:

          “Querido amigo,

         Venha passar uns dias comigo. Você vai adorar a cidade.

         Assinado: seu amigo da cidade.”

 
         O gato do campo foi para a cidade. Desceu do ônibus.
         - Estou perdido! -Pensou.
         Seu amigo o encontrou e disse:
         -Oi, amigo! Tudo bem?
         -Oi! Tá tudo certo! E você?
         -Tudo bem! Vamos para minha casa...
         Quando eles chegaram na casa, o gato do campo exclamou:
         - Que casa linda você tem!
         - Obrigado! Vamos fazer um lanchinho!...
        O gato do campo não gostou muito daquela comida. E começou a caçar os camundongos da casa.
        O dono da casa gostou mais do gato do campo e não deu mais bola para o seu gato que era preguiçoso.
         Os dias se passaram.
         O gato do campo perguntou:
         -Você não se importa se eu morar aqui, não é!?
         -Eu me importo muito! Quero que você vá embora. Ele não gosta mais de mim! Por favor, vá embora!
         -Tá! Vou arrumar a minhas malas.
         - Xau!
         E foi embora, muito triste.
         Uma semana depois, seu amigo da cidade foi visitá-lo e disse:
         -Desculpe! Eu estava com ciúmes de você! Vamos ser amigos !?
         -Sim!
         Eles se abraçaram e foram amigos novamente.

         Autor: Welington Paulo de Oliveira
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário